Circuito chato, corrida boa!


E mais uma vez a previsão do tempo era desfavorável mas no fim tivemos um domingo de SOL. A 2ª etapa foi disputada no circuito velho da CAAR que hoje, a maioria dos pilotos já acha muito chato. 

Foram disputados 6 heats da TRUCK e 6 heats da Super Stock e novamente tivemos um ótimo nível de pilotagem de todos os participantes.

Na categoria TRUCK mais uma vez tivemos a vitória de Adriano Ferro com seu ARC de bolha branca.

Aos poucos o nosso pódio vai ficando pronto e você que não tem ido na CAAR, deveria aparecer por lá. As reformas estão ficando muito boas.

Na categoria TRUCK o resultado foi:


  1. Adriano Ferro
  2. Otávio Langowski
  3. Rodrigo Stella
  4. André Franchi
  5. Aurelio Seu Hang
  6. Miguel Woller
  7. Pedro Thieme


Na categoria Super Stock, nesta etapa Lincoln Almeida e Flávio Salinet trocaram de lugar. Na 1ª Etapa Lincoln ficou em 1º e Flávio em 3º mas nesta resolveram dar uma variada.

Os tempos dos pilotos estão muito parecidos, todos andando muito bem e mostrando um alto nível de pilotagem.

Praticamente em todos os heats os pilotos viraram o mesmo número de voltas tem apenas segundos de diferença entre eles.

Na categoria Super Stock tivemos um grid um poucos mais fraco, apenas 5 pilotos. Primeiro o nosso amigo Hamilton Júlio Jr estava viajando e não pôde correr. Mas, o futuro nos guarda boas notícias pois temos amigos das antigas voltando a andar com a gente então esse grid de 5 tem seus dias contados.

Na categoria Super Stock o resultado foi:

  1. Flávio Salinet
  2. Willian Capitelli
  3. Lincoln Almeida
  4. Gustavo Zem
  5. Luiz Sergio Gonzaga
E o campeonato das duas categorias está bem disputado assim como o pega no heat 6 entre Flávio Salinet e Lincoln Almeida.



As parciais do Campeonato estão assim no momento:

TRUCK


SUPER STOCK


Fotos: Otávio Langowski
Vídeo: Kenedi Quequi

São Pedro virou modelista!

E aconteceu! Tivemos gente dizendo que iria chover mas o tempo foi o melhor possível e São Pedro nos ajudou muito. Chuva apenas hoje na segunda-feira.

O grid, não foi tão fraco quanto esperávamos e assim conseguimos fazer uma corrida muito boa e com alto nível. Nesta corrida os recolocados trabalharam muito pouco. Lincoln Almeida, na Super Stock, estava inspirado e não seria fácil lhe roubar o 1º lugar então em disputa ficou do 2º lugar em diante.

Na Truck, Adriano Ferro estava dominando também e não deu chance para ninguém mais disputar o 1º lugar com ele. A disputado na Truck também ficou do 2º lugar em diante.

Outro detalhe que vale ressaltar foi a presença do amigo Wilton Dallagrana que nos ajudou na cronometragem e muita gente das antigas indo visitar a galera na CAAR pensando em voltar a andar com a gente.

O futuro nos reserva grandes emoções e com certeza novos pilotos na pista da CAAR. Esse grid vai terminar 2017 nos antigos moldes e atenção diretoria, vai faltar lugar nos boxes.

Tivemos a presença de um representante do Acelerados TV que fez uma reportagem com a gente e vai passar no canal 25 da NET, hoje dia 27 às 22 horas ou no site da CENTRAL TV no mesmo horário. Fiquem ligados.

Falando do resultado final, a 1ª etapa ficou assim:

Super Stock

  1. Lincoln Almeida 58 pontos
  2. Willian Capitelli 52 pontos
  3. Flávio Salinet 51 pontos
  4. Gonzaga 42 pontos
  5. Gustavo Zem 39 pontos
  6. Hamilton 30 pontos
Truck
  1. Adriano Ferro 58 pontos
  2. Rodrigo Stella 52 pontos
  3. Aurelio CHINA 51 pontos
  4. Miguel Woller 41 pontos
  5. Edison Gomez 35 pontos
  6. Pedro Thieme 34 pontos

A próxima etapa será dia 09 de abril - Circuito Velho Anti-horário. Nos vemos na CAAR.
Em breve a tabela e resultado parcial das categorias estarão no ar continuem nos visitando.

Dia 26, o dia "D"!

E vai começar o campeonato mais importante no dia 26 de Março de 2017. Todos estão esperando para ver como será esse novo campeonato, comnovas regras e carros atualizados.

Sim, a espera é grande para ver os campeões de volta às pistas... hein? Formula 1? F1 também é interessante mas o campeonato mais importante é o de Elétrico que será realizado na pista da CAAR começando dia 26 com treinos no dia 25.

Não perca tempo e participe deste que é com certeza, o campeonato de EP mais equilibrado do país. Não concorda? Venha participar para ver!

Dia 26 a CAAR espera por você.

E vai começar!

Mais uma ano começando na vida da CAAR. Este ano teremos um novo formato de Campeonato na parte dos elétricos. Com duas categorias STOCK PRO e TRUCK.

Teremos uma regra onde os 3 primeiros da TRUCK sobem para a STOCK PRO e os 3 últimos da STOCK PRO descem para a TRUCK.

Campeonato Curitibano no primeiro semestre e Campeonato Paranaense no segundo semestre e com corridas nos 2 circuitos da CAAR e tanto no sentido horário como no sentido anti-horário.

Ambas as categorias serão BLINK com os nossos motores de sempre, o Speedpassion Competition 10.5R V3.0.

Este ano será bem interessante então fiquem ligados. O campeonato começa em março mas os treinos já estão rolando solto.

Brasileirão? Só na CAAR mesmo!

Neste final de semana foi realizado o Campeonato Brasileiro de Elétrico categorias 13.5 Blink e 17.5 Blink nas dependências da CAAR em Curitiba.

Julho em Curitiba é para se esperar um frio de congelar os dedos mas o que vimos foi um frio amigável e com um domingo de calor. Muitos pilotos, muitos visitantes e muita torcida.

Desde quinta-feira a pista da CAAR já estava cheia de gente treinando. Foi quinta-feira e sexta-feira de manhã até a noite com piloto treinando na CAAR o que se mostrou no nível que tivemos durante o evento.
Pista umida, nós damos um jeito!

Sábado foram realizados os treinos cronometrados e logo após a separação dos grupos de pilotos nas categorias 13.5 BLINK e 17.5 BLINK para começar os heats classificatórios.

Foram 6 heats de cada categoria valendo os 3 melhores de cada piloto. Na 13.5 BLINK a pole ficou com Cesar Salvadori, piloto de São Paulo e na 17.5 BLINK a pole ficou com Pedro Thieme piloto de Curitiba.

O evento foi muito bom, box da CAAR tão cheio, tão cheio que a rede elétrica no sábado não estava aguentando. 

No total tivemos 40 pilotos inscritos no Campeonato Brasileiro de 2016, foram
23 inscritos na 17.5 Blink e 17 inscritos na 13.5 Blink.

Na 17.5 Blink houve uma complicação na hora do resultado, uma situação muito chata mas temos os resultados finais da prova. 

Só podemos dizer que que no fim, ficou assim:


Na categoria 13.5 BLINK a disputa foi grande, o nível foi forte. Mas após 2 finais, Cesar Salvadori sagrou-se Campeão Brasileiro de 2016.

Muitos fatores influenciaram o resultado de algumas provas e a performance de alguns pilotos mas o que mais se destacou foram os pneus. Os pneus do evento estavam muito inconstantes, o carro tinha uma performance diferente com cada pneu. Eram 3 jogos liberados e teve piloto que usou apenas 1 pois ou não quis arriscar ou teve uma má experiência com os outros jogos.

Mas tirando os problemas, falhas e outros "extras" o evento foi muito bom. Com certeza vai ficar para a história e memorável. 

Que venham os próximos Campeonatos.




Essa ficou para história. As melhores voltas do domingo... exatamente iguais!



Parabéns a todos os participantes e à organização de prova!

Fotos: Chico Lima e Felipe Franceschi

Mais uma enquete realizada!

Mais uma enquete chegou ao fim e parece que todos querem mesmo é andar de 17.5 por isso que é a categoria com maior número de inscrito. 

Mas MODIFIED seria algo muito bom também.


Já temos a nova enquete preparada, continuem votando sempre para sabermos o que todos pensam a respeito de assuntos relevantes do nosso R/C.

No mundo do R/C, uma senhora!


Em OUTUBRO de 1996 alguns loucos resolveram sair dos estacionamentos de mercados, secretariaspúblicas e outros lugares nada apropriados para a prática do modelismo e montar uma pista própria.

O traçado original foi desenhado pelo Joel Nisio, muitos hoje acham sem graça mas na época sair de um estacionamento e ir para uma pista era o céu. Até OVAL era maravilhoso.

Quem participou do início da CAAR sabe como era andar em uma pista onde o miolo era terra e pedras pois a grana estava curta para plantar grama ou outra coisa qualquer.

Lembram Marcelo Gubert, Aurelio Siu Hang,  Wagner Mineo Hirata, Nélio José Smolareck. Demorou mas com o tempo fizemos o preenchimento do miolo com concreto e no início a divisão da pista era feita com corda de navio.

Na torre de pilotagem de madeira gastamos R$3.000,00 em 1997 (na época era praticamente
US$3,000.00) e ainda foi tópico de muita brincadeira por parte dos associados da extinta APARC. Era coisa do tipo: "O palanque de vocês é de madeira, coisa de pobre. Que lixo!"

Pois é APARC tinha uma grande estrutura mas... CAAR ainda vive e a APARC morreu!

Muita história nestes 20 anos de CAAR. A velhinha está viva e ainda dá um bom caldo. Só quem conheceu a CAAR a 20 anos para saber como a pista evoluiu muito e hoje tem uma estrutura invejada por muitos e adorada até por pilotos de São Paulo que contam hoje com a AARC (excelente pista). Certo Fabricio Zamperetti?

Outubro.... 20 anos da CAAR! Vai ter festa? Festa não sei, mas vai ter corrida e se Deus quiser, corrida da boa!!!

Fotos: Chico Lima, Kenedi Quequi e Willian Capitelli

Verão? Mas é julho!

No final de semana passado foi realizada a 5ª etapa do Campeonato Curitibano das categorias Super Stock e Blink com excelente grid.

Julho, em Curitiba é sempre muito frio com baixas temperaturas mas neste fim de semana estava calor ou seja, o clima ideal para mais um dia de corrida. Mas uma coisa não escapou da realidade do nosso mês de julho.

A noite, o orvalho aparece que ao amanhecer a pista estava muito
molhada só por causa do orvalho e nos pontos de sombra as pista estava impraticável. Porém, achamos uma solução que com certeza iremos usar no Campeonato Brasileiro que será realizado no fim deste mês.

Falando da corrida foi tudo muito disputado. A categoria BLINK está bombando com um excelente grid e com muitos pegas. Está sendo a categoria mais equilibrada da atualidade.

Nesta etapa da BLINK tivemos a estreia de Adriano Ferro e Gustavo Zem no pódio na categoria. Adriano é um piloto oriundo da Super Stock e agora ficando raízes na PICK-UP BLINK. Gustavo Zem vem treinando e buscando um bom resultado e agora chega em 2º lugar na etapa e também no Campeonato.


Na Blink o pódio foi:

1º  Adriano Ferro
2º  Gustavo Zem
3º  Otávio Langowiski

Falando da Super Stock, apensar de ter uma redução no grid o nível
só aumentou.

Tivemos o cancelamento de um heat por falha na pontuação dada pelo sistema. Então a Super Stock teve 7 heats corridos e 6 heats valendo.

Categoria cada vez mais rápida e a 6ª etapa promete ser ainda melhor pois já iremos usar um aditivo mais compatível com a pista e os novos pneus G32 que se mostraram excelentes.

Mas a próxima etapa será realizada após o brasileiro e até lá é foco total no Campeonato Nacional do elétrico no Brasil contando com a presença dos melhores pilotos on-road na pista da CAAR.


Voltando à Super Stock, o pódio da categoria foi:

1º Alexandre Hirata
2º Lucas Baruffi
3º Lincoln Almeida

Nos vemos no brasileiro ou na 6ª etapa do Campeonato Curitibano.

Fotos: Chico Lima


Fim, finito, the end!

Os tempos vem e vão e a vida segue sempre em frente e nesse fluxo segue o R/C! O primeiro chassis de ponta que apareceu em terras tupiniquins foi o velho HPI RS4 o que hoje é apenas história e peça de museu.

E da HPI nasceu a Hot Bodies que eram os produtos de competição com uma forte equipe de pilotos dos quais podemos mencionar: Andy Moore, Atsushi Hara e Jilles Groskamp.

A equipe foi campeão mundial de TC e Off-road 1/8. Títulos que muitas marcas estão correndo atrás até hoje sem sucesso mas, como tudo na vida tem um fim, a equipe HOT BODIES já era.

Teve uma onda de contratos sendo encerrados e com o término do contrato (ENCERRAMENTO MÚTUO) de Jilles Groskamp que se deu logo ao fim do TITC 2016 a HOT BODIES não tem mais nenhuma equipe de competição.

Seria um sinal do que? O que podemos esperar da marca? Ficam as perguntas!

Fonte: Jilles Groskamp